Cinco Razões para Isto 

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor”(Fp 1.21-23)ACF

Para toda pessoa melancólica, que pensa de maneira patológica sobre a morte, existem provavelmente milhões de pessoas que não pensam muito a respeito dela. Quando Moisés contemplou a brevidade da vida, ele orou: “Ensina-nos a contar os nossos dias…” (Sl 90.12)ACF É bom pensarmos na morte. Devemos viver bem para que morramos bem. Parte do viver bem inclui o aprendermos por que a morte é lucro.

Nesta meditação, oferecemos cinco razões, mas elas representam apenas um pouco das glórias. Por exemplo, elas não contemplam a grande glória da ressurreição; mas, embora fiquem aquém daquele grande Dia, existe o suficiente para nos deixar sem fôlego e dizer, como Paulo: Para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.

1°. No momento da morte, os crentes serão aperfeiçoados.

Não haverá mais pecado em nós. Acabaremos com a luta interior e com os desapontamentos de ofender o Senhor, que nos amou e a Si mesmo se entregou por nós.

“Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos;

A universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados” (Hb 12.22-23)ACF

2°. No momento da morte, seremos libertos do sofrimento deste mundo.

Ainda não desfrutaremos da alegria da ressurreição, mas teremos o gozo de ser livres do sofrimento.
Jesus contou a história de Lázaro e o rico para mostrar a grande reversão que ocorre na morte: “E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama. Disse, porém, Abraão:
Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado” (Lc 16.24-25)ACF

3°. No momento da morte, ganharemos profundo descanso em nossa alma.

Haverá uma serenidade sob o olhar e o cuidado de Deus que ultrapassa qualquer coisa que já conhecemos neste mundo, no mais brando entardecer de verão, ao lado do mais pacífico lago, em nossos momentos mais felizes.

“E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram” (Ap 6.9-11)ACF

4°. No momento da morte, experimentaremos um profundo senso de estar em casa.

Toda a raça humana, mesmo sem perceber, sente muita falta de Deus. Quando formos ao lar, para viver com Cristo, haverá um contentamento que excede qualquer senso de segurança e paz que conhecemos.

“Mas temos confiança e desejamos antes deixar este corpo, para habitar com o Senhor” (2Co 5.8)ACF

5°. No momento da morte, estaremos com Cristo.

Cristo é a pessoa mais maravilhosa que qualquer outra na terra. Ele é mais sábio, mais forte e mais amável do que qualquer pessoa com quem nos alegramos em passar tempo. Cristo é sempre interessante. Ele sabe exatamente o que fazer e o que dizer, em cada momento, para tornar os seus amigos tão felizes quanto puderem ser. Cristo transborda amor e infinita percepção a respeito de como usar seu amor para fazer que os seus sintam-se amados. Por isso, Paulo disse: “Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor” (Fp 1.21-23)ACF

Com estas cinco razões para considerarmos a morte como lucro, vimos apenas a superfície da maravilha. Existe mais — muito mais.


“Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos” (Sl 116.15)ACF
Por John Piper

Extraído do site http://www.cacp.org.br/

0 comentários:

Postar um comentário

Tags

10 Mandamentos 1Coríntios 1Reis 1Samuel 1Tessalonicenses 1Timóteo 2Coríntios 2Reis 666 Aborto Abraão Adão Adultério Adventismo Alá Albert Einstein Aleluia Allan Kardec Alma Amalequitas Ameaça Amizade Amor Aniversário Anjos Anti Cristo Antigo Testamento Apocalipse Apócrifos Apologética Apóstolos Arca de Noé Arminianismo Arqueologia Arrebatamento Arrependimento Árvore da Vida Ateismo Baruque Bate-Seba Batismo Besta Bíblia Big Bang Bizarro Blasfêmia Bode Bode Expiatório Bondade Bruxas Budismo Caim Calvinismo Candomblé Cântico dos Cânticos Caridade Carma Carnaval Carne Casamento Catolicismo Cavaleiros do Apocalipse Celebridades Céu Ciência Cientologia Cinema Circuncisão Ciúmes Classe Social Coliseu Colossenses Condenação Confissão Positiva Confucionismo Conhecimento Conhecimento Histórico Coração Cordeiro Corpo Corpus Christi Cosme e Damião Cotidiano Crenças Crentes Criacionismo Crianças Criminosos Cristão Cristianismo Crucificação Cruz Culpa Cura Curiosidades Daniel Darwin Davi Decepção Demônios Desenhos Deus Deuteronômio Devocional Diabo Dificuldades Bíblicas Dilma Rousseff Dilúvio Dinossauros Disney Dízimos e Ofertas Dons Espirituais Doutrinas Dúvidas Eclesiastes Éfeso EG White Egito Elanã Eliseu Erros Esperança Espiritismo Espírito Santo Esportes Estudos Bíblicos Evangelho Evangelho de João Evangelho de Lucas Evangelho de Marcos Evangelho de Mateus Evangelismo Evolucionismo Êxodo Ezequiel Facebook Falsos profetas Famosos Fanatismo Fantasmas Faraó Farsas Fatos Filantropia Filmes Filosofia Fim dos Tempos Física Fome Força Fraqueza Gaio Gálatas Ganância Gênesis Gideão Glória Golias Graça Hamas Hebreus Heresias Heróis Homem Homossexualismo Humilhação Igreja Igreja Evangélica Imagens Incenso Infantil Infarto Inferno Inquisição Interessante Internet Invocação Isaías Islamismo Israel Jardim do Éden Jeremias Jesus Cristo Jezabel João Batista João Calvino Jogos John Piper Jonas Josué Jovem Rico Jovens Judá Judaísmo Judas Judas Iscariotes Ladrão Laodicéia Leão Lei Leitura Levítico Liberdade Línguas Estranhas Listas Livro de Jó Livros da Bíblia Lua Lúcifer Lucro Lutero Mal Malaquias Maldade Maldição Maldições Hereditárias Manassés Maomé Marca Marca da Besta Marco Feliciano Maria Médium Melquisedeque Mentira Microcefalia Milagres Mirra Mitos Moisés Mormonismo Morte Motivacional Muçulmanos Mulheres Múmias Musica Namoro Natal Nefilins Neopentecostal Nero Noé Noticias Novela Novo Testamento Números Obelisco Ocultismo Ódio Oração Oráculos Orgulho Orixás Oséias Ouro Ovelhas Paganismo Pai Papa Para Refletir Parábolas Páscoa Paulo de Tarso Paz Pecado Pedofilia Pedro Pentateuco Perseguição Pobreza Polêmica Política Poltergeist Possessão Demoníaca Predestinação Preguiça Profecia Profetas Provações Psicologia Purgatório Raabe Raul Seixas Rede Globo Redes Sociais Reforma Protestante Reis Religião Ressurreição Revolução Riqueza Rocha Roma Rosa de Saron Sábado Salmos Salomão Salvação Samaritanos Sangue Santos São Jorge Satanás Satanismo Saúde Saul SBT Segunda Vinda Seio de Abraão Seitas Semana Santa Senaqueribe Sentimento Sete Espíritos Sexualidade Sinais Síndrome Sinistro Síria Sobrenatural Socialismo Sol Sonhos Stephen Hawking Subliminar Sugestões Suicídio Taoismo Televisão Templo de Salomão Teologia Teologia da Prosperidade Terra Terra Prometida Testemunhas de Jeová Textos Transformação Trindade Trono Tutancâmon Twitter UFO Universalismo Universo Verdade Vida Vídeos Violência Youtube Zacarias