Tutancâmon era um faraó do Antigo Egito que faleceu ainda na adolescência. Era filho de Acquanaton e Kiya (uma esposa secundária). Casou-se aos 10 anos com Achesenamon, provavelmente a sua meia-irmã. Aos 12 anos assumiu o trono, restaurando cultos antigos aos deuses e privilégios do clero. Em 1.324 a.C; faleceu aos 19 anos sem herdeiros.
Por ter falecido tão novo, o seu túmulo não foi tão suntuoso quanto o de outros faraós. No entanto, o que mais chama a atenção atualmente é o fato de a dele ser uma das poucas sepulturas encontradas bem conservadas. Ao ser aberta, foram encontrados ouro, tecidos, armas, mobílias e textos que revelam muito a respeito do Antigo Egito.

Em 1925, três anos após a sua descoberta, a múmia do rei Tut foi desembrulhada. Esse primeiro exame forneceu detalhes intrigantes. Por exemplo, a múmia do rei foi preparada de uma forma diferente das outras 18 que foram estudadas até agora. O processo desse embalsamento incluía uma grande quantidade de material resinoso derramado sobre o corpo.

1 - Enigma em torno do pênis

O órgão genital foi fixado na posição vertical, mas ainda não há a ideia a respeito desse motivo. Na verdade, o órgão genital apresenta outro enigma para os arqueológicos. Fotografado depois de ser desembrulhado por Harry Burton (1879 – 1940), o “pênis real” foi dado como desaparecido em 1968, quando o professor cientista Ronald Harrison realizou uma série de exames de Raios-X na múmia.
Foi especulado que o orgão teria sido roubado e vendido, mas, em 2006, Dr. Zahi Hawass, o ex-chefe do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, anunciou que o órgão genital mumificado foi redescoberto, enterrado na areia.

2 - Possível síndrome

As fotos da múmia do rei Tut revelaram que o pênis também era pouco desenvolvido. Isso levou à especulação de que o faraó sofria uma variante da rara síndrome Antley – Bixer, uma mutação genética que produz crânios alongados e genitália subdesenvolvida. Além disso, ela também causa malformações de cartilagem e desordem do metabolismo.

3 - Teorias da morte

Desde que a múmia foi descoberta, dezenas de diagnósticos para a morte do rei Tut têm sido propostos, variando de doenças infecciosas, doenças metabólicas, tumores, traumas e até mesmo assassinato. Em 1963, se descobriu um ferimento na base do crânio da múmia, que pode ter sido causado por um golpe, seja por acidente ou por assassinato. No próprio Megacurioso, você já conferiu um artigo que fala mais a respeito da morte do faraó.

O Dr. Zahi Hawass, autor do livro “Descobrindo Tutancâmon”, afirma: “Através de tomografias, descobrimos que ele teve um acidente duas horas antes de morrer”. No entanto, de acordo com Frank Rühli, Chefe do Centro de Medicina Evolucionária na Universidade de Zurique, na Suíça, e Salma Ikram, professor de Egiptologia na Universidade Americana no Cairo, autor de um estudo, mesmo com o melhor trabalho médico e forense, é duvidoso conhecer todos os aspectos de saúde e as possíveis causas da morte do antigo faraó.

4 - Mumificação despadronizada

O uso abundante de resina indica que a mumificação do faraó Tut não era padrão. “Pelo menos dois lotes separados de resina foram usados no crânio. Possivelmente, ele foi mumificado superficialmente, talvez por ter morrido longe de um centro. Depois, teve uma segunda mumificação”, afirma Ikram.

Por causa do uso abundante de resina, a múmia sofreu vários danos graves. Por exemplo, na tentativa de remover joias e amuletos, ela foi desarticulada acidentalmente pelos arqueólogos.

5 - As ataduras

A múmia do rei Tut foi envolta em ataduras feitas sob medida, semelhantes às gazes modernas. Elas possuíam 4,70 m por 39 cm e eram feitas de linho, com bordas acabadas em cada lado.
Outras peças semelhantes foram usadas em algumas partes maiores de seu corpo. Além disso, elas estão em exposição permanente no Museu Metropolitano de Arte de Nova York.

6 - Endogamia

De acordo com um grande estudo de DNA realizado em 2010, envolvendo 10 múmias relacionadas de alguma forma com o rei Tut, revelou-se um alto grau de endogamia que caracterizava a família do rei.

Tutancâmon nasceu de um incesto entre o seu pai e uma de suas irmãs. Naquela época, a endogamia era algo recorrente entre os membros da realeza egípcia, que se viram como descendentes dos deuses e desejavam manter a pureza das linhagens.

A história endogâmica de Tutancâmon continuou quando ele foi coroado rei. O faraó-menino casou com a sua meia-irmã, Ankhesenpaaton, que mais tarde mudou seu nome para Ankhesenamun.

7 -Quase foi pai

Rei Tut teria sido pai duas vezes, mas ambos os filhos morreram durante a gestação. Os fetos foram encontrados em uma tumba junto com a mãe. Depois de alguns estudos realizados, foi descoberto que um filho morreu aos cinco ou seis meses de gravidez e outro aos nove meses de gestação.

Maldição, será?

Além desses fatos curiosos citados a respeito do rei Tut, também há certo mistério em torno do faraó. Muitos diziam que existe uma maldição em torno dele, pois durante o tempo de escavações e nos anos seguintes, 35 pessoas que faziam parte da equipe morreram misteriosamente.
Na parede da pirâmide, há uma inscrição que dizia que morreria aquele perturbasse o sono do eterno faraó. Para acabar com as lendas, cientistas levantaram a hipótese de que havia alguma substância tóxica ou fungo venenoso foi criado na época para que ninguém profanasse o local. Outros ainda afirmaram que os egípcios já conheciam a energia atômica e teriam depositado o urânio na tumba.
Durante o século XX, toda a lenda causado pela suposta maldição perdeu a sua força, já que outras descobertas arqueológicas foram realizadas de maneira tranquila.


Fonte: http://www.megacurioso.com.br/acontecimentos-historicos/42849-7-fatos-bizarros-sobre-tutancamon-e-sua-mumia.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Tags

10 Mandamentos 1Coríntios 1Reis 1Samuel 1Tessalonicenses 1Timóteo 2Coríntios 2Reis 666 Aborto Abraão Adão Adultério Adventismo Alá Albert Einstein Aleluia Allan Kardec Alma Amalequitas Ameaça Amizade Amor Aniversário Anjos Anti Cristo Antigo Testamento Apocalipse Apócrifos Apologética Apóstolos Arca de Noé Arminianismo Arqueologia Arrebatamento Arrependimento Árvore da Vida Ateismo Baruque Bate-Seba Batismo Besta Bíblia Big Bang Bizarro Blasfêmia Bode Bode Expiatório Bondade Bruxas Budismo Caim Calvinismo Candomblé Cântico dos Cânticos Caridade Carma Carnaval Carne Casamento Catolicismo Cavaleiros do Apocalipse Celebridades Céu Ciência Cientologia Cinema Circuncisão Ciúmes Classe Social Coliseu Colossenses Condenação Confissão Positiva Confucionismo Conhecimento Conhecimento Histórico Coração Cordeiro Corpo Corpus Christi Cosme e Damião Cotidiano Crenças Crentes Criacionismo Crianças Criminosos Cristão Cristianismo Crucificação Cruz Culpa Cura Curiosidades Daniel Darwin Davi Decepção Demônios Desenhos Deus Deuteronômio Devocional Diabo Dificuldades Bíblicas Dilma Rousseff Dilúvio Dinossauros Disney Dízimos e Ofertas Dons Espirituais Doutrinas Dúvidas Eclesiastes Éfeso EG White Egito Elanã Eliseu Erros Esperança Espiritismo Espírito Santo Esportes Estudos Bíblicos Evangelho Evangelho de João Evangelho de Lucas Evangelho de Marcos Evangelho de Mateus Evangelismo Evolucionismo Êxodo Ezequiel Facebook Falsos profetas Famosos Fanatismo Fantasmas Faraó Farsas Fatos Filantropia Filmes Filosofia Fim dos Tempos Física Fome Força Fraqueza Gaio Gálatas Ganância Gênesis Gideão Glória Golias Graça Hamas Hebreus Heresias Heróis Homem Homossexualismo Humilhação Igreja Igreja Evangélica Imagens Incenso Infantil Infarto Inferno Inquisição Interessante Internet Invocação Isaías Islamismo Israel Jardim do Éden Jeremias Jesus Cristo Jezabel João Batista João Calvino Jogos John Piper Jonas Josué Jovem Rico Jovens Judá Judaísmo Judas Judas Iscariotes Ladrão Laodicéia Leão Lei Leitura Levítico Liberdade Línguas Estranhas Listas Livro de Jó Livros da Bíblia Lua Lúcifer Lucro Lutero Mal Malaquias Maldade Maldição Maldições Hereditárias Manassés Maomé Marca Marca da Besta Marco Feliciano Maria Médium Melquisedeque Mentira Microcefalia Mirra Mitos Moisés Mormonismo Morte Motivacional Muçulmanos Mulheres Múmias Musica Namoro Natal Nefilins Neopentecostal Nero Noé Noticias Novela Novo Testamento Números Obelisco Ocultismo Ódio Oração Oráculos Orgulho Orixás Oséias Ouro Ovelhas Paganismo Pai Papa Para Refletir Parábolas Páscoa Paulo de Tarso Paz Pecado Pedofilia Pedro Pentateuco Perseguição Pobreza Polêmica Política Poltergeist Possessão Demoníaca Predestinação Preguiça Profecia Profetas Provações Psicologia Purgatório Raabe Raul Seixas Rede Globo Redes Sociais Reforma Protestante Reis Religião Ressurreição Revolução Riqueza Rocha Roma Rosa de Saron Sábado Salmos Salomão Salvação Samaritanos Sangue Santos São Jorge Satanás Satanismo Saul SBT Segunda Vinda Seio de Abraão Seitas Semana Santa Senaqueribe Sentimento Sete Espíritos Sexualidade Sinais Síndrome Sinistro Síria Sobrenatural Socialismo Sol Sonhos Stephen Hawking Subliminar Sugestões Suicídio Taoismo Televisão Templo de Salomão Teologia Teologia da Prosperidade Terra Terra Prometida Testemunhas de Jeová Textos Transformação Trindade Trono Tutancâmon Twitter UFO Universalismo Universo Verdade Vida Vídeos Violência Youtube Zacarias